Sexta, 26 de Novembro de 2021 20:43
23°

Poucas nuvens

Marechal Cândido Rondon - PR

Dólar com.

R$ 5,6

Euro

R$ 6,35

Peso Arg.

R$ 0,06

Política Política

Paraná e Santa Catarina discutem ramal da Nova Ferroeste entre Cascavel a Chapecó

Confira os principais destaques desta semana

19/11/2021 22h34
Por: Editor
Paraná e Santa Catarina discutem ramal da Nova Ferroeste entre Cascavel a Chapecó

O Oeste catarinense é um dos grandes produtores de frango e suíno exportados pelo Brasil. Chapecó e cidades vizinhas são destino de milhões de toneladas de milho produzido no Mato Grosso do Sul. Hoje, a circulação dos grãos e de proteína animal é feita por via terrestre, em caminhões. Mas essa história pode mudar.

 

Nesta terça-feira (16), representantes dos governos do Paraná e de Santa Catarina tiveram uma reunião online para avaliar o impacto da construção de um ramal ferroviário entre Cascavel (PR) e Chapecó (SC), ligando o estado vizinho à linha principal da Nova Ferroeste.

Proposta pelo Governo do Paraná, a Nova Ferroeste é de uma nova estrada férrea entre Maracaju, no Mato Grosso do Sul, e o Porto de Paranaguá. O projeto prevê a ampliação e modernização do trecho já existente, entre Cascavel e Guarapuava, além de novos ramais até o MS e Foz do Iguaçu. O ramal entre Cascavel e Chapecó permitirá uma solução logística para o Oeste e potencializaria o uso da nova ferrovia.

A construção do ramal Cascavel – Chapecó aumentaria o volume de carga refrigerada com destino ao Litoral paranaense. “Em Paranaguá temos o maior terminal de contêineres refrigerados do Brasil. Com este ramal se cria solução logística para o Oeste catarinense, seja para levar insumos ou para devolver produto acabado. Isso deve alavancar ainda mais aquela região e agregar um imenso potencial para a ferrovia”, arrematou o coordenador do Plano Estadual Ferroviário, Luiz Henrique Fagundes.

O pedido de autorização para conectar por trilhos as duas cidades junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) foi feito em setembro.

O projeto da Nova Ferroeste deve ir a leilão na Bolsa de Valor (B3) no segundo trimestre de 2022. Os estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) e o Estudo de Impacto Ambiental (EIA-RIMA) avaliaram o traçado de 1.304 quilômetros entre Maracaju e Paranaguá e o ramal para Foz do Iguaçu. Apesar de o trecho de Chapecó ter sido solicitado para o governo federal, a execução do ramal deve ser incluído no contrato como opcional.

Além desses estudos, são necessárias quatro campanhas de fauna ao longo de um ano para obter a licença ambiental prévia. Por essa razão o governo vai deixar o investidor (que arrematar o empreendimento no leilão) decidir sobre a execução do ramal.

Os trilhos da Nova Ferroeste vão cortar dois estados com grande produtividade de grãos (soja e milho) e proteína animal. Quando estiver concluída, ela deve transportar no primeiro ano 38 milhões de toneladas de produtos. Será o segundo maior corredor de exportação de grãos e contêineres do país.

O vencedor do leilão vai construir a estrada de ferro de 1.304 quilômetros e explorar o empreendimento por 70 anos. São estimados 10 anos para a execução completa da ferrovia. O investimento será de R$ 29,4 bilhões.

 GIRO POLÍTICO

 

 Destaque nacional

Quatro Pontes é um dos três municípios do Paraná classificados para a etapa nacional do Prêmio Band Cidades Excelentes. O evento acontece na próxima terça-feira, dia 23 de novembro, em Brasília, com finalistas dos demais estados. A premiação visa reconhecer e incentivar propostas de gestão pública que procurem melhorar a qualidade de vida nos municípios. Na etapa estadual foram premiados três municípios, divididos segundo seu tamanho: até 30 mil habitantes, 30 mil a 100 mil habitantes e acima de 100 mil habitantes. Além de Quatro Pontes, também se classificaram para a etapa nacional as cidades de Cascavel e Cianorte.

 Mágoas apontadas

 

O vereador rondonense Neco Kist (DEM) não esconde de ninguém o seu ressentimento com relação ao seu antigo grupo político, especialmente do MDB, que o lançou na vida pública. Esta semana em entrevista ao comunicador Anderson Pícolo, Neco literalmente “deu nome aos bois”, como diz o jargão popular. Ele acusou o ex-secretário Cottica, o ex-prefeito Moacir Froehlich e o deputado Ademir Bier de lhe terem iludido, não cumprindo promessas. A mágoa de Neco foi tanta que na última eleição para deputado, mesmo ainda filiado ao MDB, apoiou a candidatura de Elio Rusch.

 PL eufórico

Foi grande a euforia dos integrantes do PL rondonense, especialmente do vice-prefeito Ila, após a divulgação do possível ingresso do presidente Jair Bolsonaro no partido. Ter na sua fileira uma figura tão popular como é o presidente em Marechal Rondon certamente fortaleceria o partido para as eleições futuras.

 Alegria durou pouco

Mas, a alegria dos liberais durou pouco. O partido divulgou nota no domingo (14) anunciando o cancelamento da cerimônia de filiação do presidente Jair Bolsonaro, inicialmente marcada para o dia 22 de novembro. Bolsonaro fixou o prazo de duas a três semanas para decidir se vai ‘casar ou desfazer o noivado’ com o PL. O evento de filiação do presidente ao partido de Valdemar Costa Neto foi adiado diante do impasse sobre São Paulo. Bolsonaro não concorda com o apoio da sigla a Rodrigo Garcia, vice de Doria, no estado.

 Salário regional

 

O piso regional do Paraná será reajustado em 100% do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) de 2021. Com a decisão, o Estado tende a seguir com o maior de piso regional do País. O valor exato será divulgado no começo de janeiro pelo governador Ratinho Júnior. De acordo com projeções, a decisão deverá aumentar dos atuais R$ 1,4 mil para cerca de R$ 1,6 mil.

 Novo decreto

 

O novo decreto do Governo do Paraná revogou o decreto que estabelecia medidas restritivas. O decreto anterior limitava a lotação de eventos em locais abertos a 80% da capacidade de público. Em locais fechados, a lotação máxima era de 70%. Com a suspensão das restrições estaduais, passam a valer apenas as decisões municipais, estabelecidas por cada prefeitura. Mesmo com o fim do decreto, o uso de máscara continua obrigatório em todos os espaços públicos.

 Atropelado

 

O vice-prefeito de Goioerê, Adilson Pessoa Corpa (PP), morreu na manhã de terça-feira (16), no Hospital Paraná, em Maringá. Ele estava internado desde 4 de outubro, quando sofreu um acidente em casa. Corpa, de 74 anos, foi atropelado pelo próprio carro quando desceu para pegar o cachorro da família, que havia fugido para o quintal. Neste mês, o político havia passado por diversas cirurgias.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Giro Político
Sobre Giro Político
Os bastidores da política regional.
Marechal Cândido Rondon - PR
Atualizado às 20h36 - Fonte: Climatempo
23°
Poucas nuvens

Mín. 20° Máx. 29°

23° Sensação
7 km/h Vento
67% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (27/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 31°

Sol
Domingo (28/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias