Domingo, 26 de Junho de 2022 14:34
20°

Poucas nuvens

Marechal Cândido Rondon - PR

Dólar com.

R$ 5,24

Euro

R$ 5,53

Peso Arg.

R$ 0,04

Política Política

Isenção de ITBI

Confira os principais destaques da coluna desta semana

30/04/2022 09h59
Por: Tribuna

A bancada do MDB na Câmara Municipal de Marechal Cândido Rondon apresentou requerimento esta semana, solicitando que a Prefeitura tome providências para a elaboração de um Projeto de Lei visando conceder isenção de ITBI e taxas de avaliação, ou mesmo a redução dos valores atuais, para os mutuários rondonenses contemplados pela Cohapar. Os vereadores Moacir Froehlich (foto), Iloir “Padeiro” de Lima e João Eduardo “Juca” dos Santos entendem que isso facilitaria a escrituração direta dos imóveis, utilizando o novo programa denominado “Escrituração Direta”. Os vereadores lembram que o Município conta com mais de 500 imóveis pendentes de regularização.

Chamando para o compromisso

Um requerimento apresentado pelos 13 vereadores de Marechal Cândido Rondon está chamando os deputados que representam o município para o compromisso. Em ofícios encaminhados aos deputados federais Sandro Alex, Fernando Giacobbo, Sergio Souza, Ricardo Barros e Leandre Dal Ponte, além dos deputados Estaduais Elio Rusch e Marcel Micheletto os vereadores querem que os deputados cumpram o compromisso assumido com a sociedade rondonense, visando intervir junto ao Ministério da Infraestrutura e ao DNIT, buscando liberar recursos que permitam a conclusão das obras da BR-163. A obra está andando a passos lentos e, de acordo com o DNIT, seriam necessários pelo menos mais R$ 117 milhões para a execução total da duplicação, viadutos, marginais e outras benfeitorias previstas. 

Reviravolta no MDB

É voz corrente nos bastidores da política rondonense a possível reviravolta que pode ocorrer no comando do principal partido da oposição local, o MDB. Depois de reeleger o ex-vereador Josoé Pedralli para a presidência do partido, com fraquíssima participação dos filiados na convenção municipal, até agora o diretório estadual não homologou o resultado. O retorno do ex-deputado Ademir Bier ao partido deu um ingrediente especial à salada e a homologação de Pedralli sequer deve acontecer. Comenta-se que as lideranças do partido que têm mandato (vereadores Moacir, Juca e Padeiro) já teriam fechado questão junto com Bier e outras lideranças. Tudo indica que o presidente do diretório local deve mesmo ser o vereador João Eduardo dos Santos, o Juca (foto).

Pedralli sai

Para algumas pessoas o ex-vereador Josoé Reinaldo Pedralli (foto) andou dizendo que o seu tapete realmente for puxado, dificilmente permanecerá no MDB. O caminho possivelmente deve ser o Cidadania, partido que apoiou sua candidatura a prefeito em 2020, oportunidade em que fez míseros 3763 votos (13,44% dos válidos) Ele também não esconde a mágoa do ex-deputado Ademir Bier, a quem culpa pela articulação que promete mudar o comando do partido no município.

Ademir na região

Se em Marechal Cândido Rondon o ex-deputado Ademir Bier é acusado de “agitar” uma mudança nos rumos do MDB, na região ele não fica atrás. É sabido que Ademir literalmente está correndo o trecho visando organizar o chamado “MDB velho de guerra” para a eleição deste ano. O ex-prefeito rondonense, que ficou por quatro anos fora no partido, tem muito espaço em todo o Oeste e conta com o aval direto do próprio governador Ratinho Junior, que inclusive o mantém num cargo estratégico no Governo, como sub-chefe da Casa Civil do Paraná. Será a oportunidade de Marechal Cândido Rondon voltar a ter um deputado estadual local eleito? Para isso, Bier terá que fazer bem mais do que os 26.015 votos que somou em 2018.

Truco

Repercutiu nas redes sociais, especialmente nos grupos de WhatsApp, a manifestação sincera, porém inoportuna, de um vereador do PL de Formosa do Oeste. Durante o andamento da sessão da Câmara na última segunda-feira (26), o vereador Raimundinho Marques Cavalcante deixou a sessão porque tinha um compromisso "com o pessoal do truco". Em determinado momento, o vereador Raimundinho interrompeu o presidente da Câmara, Miguel Ascencio Nabarro (PP), com uma questão de ordem:  "Eu gostaria, senhor presidente, de me retirar. Eu peço desculpa aos nossos colegas, eu tenho um compromisso ali no bocha com o pessoal do truco né!? Não adianta mentir né!? Quem quiser passa lá que eu tô lá!", disse o vereador se despedindo. Se a moda pega!

Ex-prefeito condenado

O ex-prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira, que governou no período de 2013-2016 e mais três réus denunciados pelo Ministério Público por dispensas irregulares de licitações foram condenados pela Justiça. Conforme a denúncia, o então prefeito teria determinado a contratação direta, sem licitação, de uma empresa para prestar serviços de limpeza no Hospital Municipal. O ex-prefeito e o ex-presidente da Fundação receberam penas de quatro anos e oito meses de detenção em regime inicial semiaberto, mais pagamento de multa de R$ 75.284,14 cada. Para o representante da empresa, a pena foi de quatro anos e um mês de detenção, também em regime inicial semiaberto e com pagamento de multa de igual valor. Ao assessor jurídico da Fundação, por sua vez, foi atribuída pena de quatro anos de detenção em regime inicial aberto, mais multa de R$ 37.642,07. Além disso, todos os réus deverão indenizar conjuntamente a Fundação Municipal de Saúde em R$ 296.819,40. Cabe recurso da decisão judicial.

Rachadinha punida

A ex-vereadora de Curitiba, Fabiane Rosa, foi condenada a 41 anos de prisão pela prática de rachadinha, entre 2016 e 2020. Ela foi sentenciada pela justiça por 15 crimes de concussão (com pena de dois anos e meio de prisão cada) e um crime continuado de peculato, com pena de quatro anos e dois meses de prisão. Na soma das penas, Fabiane Rosa foi sentenciada a 41 anos e dois meses de reclusão, com o início do cumprimento da pena em regime fechado.

Curtas

● A “bancada da bala” na Assembleia Legislativa está coletando assinaturas para instalar a CPI da Segurança no Paraná. Das 18 assinaturas necessárias ao requerimento, faltaria apenas uma. 

● A gestão do secretário de Segurança, coronel Rômulo Marinho, também está sendo criticada pelos deputados que atuam na área.

● O vice-governador do Paraná, Darci Piana, foi reeleito na segunda-feira (25) para mais um mandato à frente da Federação do Comércio (Fecomércio). Este será o quarto mandato de Piana.

● O deputado estadual Ricardo Arruda (PSC) saiu em defesa da ditadura militar e da tortura. Arruda disse que nunca existiu ditadura no Brasil, que o que houve por aqui foi um governo dos militares a pedido do povo.

● “O deputado que diz que não houve tortura devia ser torturado pra saber o que é tortura. É uma vergonha o que o senhor fala na tribuna”, devolveu o deputado Tadeu Veneri (PT).

● Mesmo após as mudanças na janela partidária, o MDB manteve o posto de maior bancada partidária do Senado Federal, com 12 dos 81 parlamentares.

● O presidente da Câmara dos Deputados,Arthur Lira (PP-AL), disse na terça-feira (26) que somente a Câmara e o Senado Federal têm a competência constitucional para cassar mandato de deputados federais e senadores.

● Entre janeiro e março de 2022, o Brasil ganhou 1.144.481 novos eleitores na faixa etária de 15 a 18 anos. Segundo o TSE, é um número recorde nesta faixa de idade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Giro Político
Sobre Giro Político
Os bastidores da política regional.
Marechal Cândido Rondon - PR
Atualizado às 14h14 - Fonte: Climatempo
20°
Poucas nuvens

Mín. ° Máx. °

20° Sensação
9.5 km/h Vento
59.6% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (27/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Terça (28/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Ele1 - Criar site de notícias