Quarta, 27 de Outubro de 2021 20:49
26°

Poucas nuvens

Marechal Cândido Rondon - PR

Dólar com.

R$ 5,54

Euro

R$ 6,43

Peso Arg.

R$ 0,06

Opinião Opinião

Cuidado com o golpe!

Em 2020 e 2021, os casos de estelionato explodiram em todo país

20/09/2021 17h44 Atualizada há 1 mês
Por: Editor
Cuidado com o golpe!

O distanciamento social causado pela Covid-19 desde março do ano passado intensificou os contatos virtuais e acabou tendo um “efeito colateral” fora da esfera da saúde pública. Em 2020 e 2021, os casos de estelionato explodiram em todo país. Os golpistas aproveitam o uso das plataformas digitais, contato prioritariamente pelo telefone com centrais bancárias e o uso cada vez mais frequente de aplicativos de entrega para fazer vítimas. Mas nem só dos esquemas tecnológicos vivem os estelionatários: ainda há quem caia em velhas armadilhas, como o antiquíssimo golpe do bilhete premiado.

Com as pessoas ficando mais em casa, estão mais suscetíveis ao uso de meios virtuais. Vão menos às agências bancárias, a empresas. Então os criminosos conseguem mascarar melhor suas reais intenções.

E além da comunicação virtual ou remota, os criminosos também se valem do contato pessoal com as vítimas, como taxistas que aplicam golpes em passageiros ou ainda da crise financeira para fisgar quem busca aumentar sua renda com supostos investimentos que parecem tentadores. Basta verem uma brecha para os bandidos agirem.

Um dos golpes mais comuns é a clonagem do WhatsApp. A recomendação é para que nenhum código recebido por SMS seja repassado a terceiros em nenhuma hipótese. É com esse código que os golpistas conseguem clonar o WhatsApp da vítima. Outra dica é ativar a verificação em duas etapas na configuração do aplicativo de mensagens, o que dificulta a fraude.

De maneira geral é bom sempre desconfiar de ofertas muito vantajosas e produtos milagrosos. O consumidor também deve conferir sempre se está no site ou perfil em rede social oficial de uma empresa ou estabelecimento. Nenhum dado bancário ou pessoal deve ser fornecido pelo telefone, principalmente senhas de contas ou cartões. O ideal, ao receber qualquer ligação relatando um suposto problema com sua conta corrente ou cartão, é ir até uma agência bancária ou, se não for possível, ligar para a central do banco de um número diferente daquele que a pessoa tenha recebido a ligação. Isso porque as quadrilhas conseguem bloquear o telefone pelo qual fizeram contato e fazem a vítima acreditar que ligou para a central de seu banco, quando na verdade continua na linha com um golpista. É preciso muito cuidado, porque tudo é muito bem organizado para conseguir enganar as vítimas. Os bancos quando ligam para os clientes não costumam pedir dados pessoais e, muito menos, senhas.

Também é preciso ficar atento as promessas de rendimentos irreais.  As pessoas devem desconfiar de garantias de lucros muito bons com investimentos. A própria Comissão de Valore Mobiliários (CVM)  proíbe que sejam realizados negócios jurídicos com rentabilidade irreal.  Para que essas empresas paguem o que prometem, precisariam ter justamente uma rentabilidade irreal.

Por isso, quando a esmola é muita, o santo tem que desconfiar. Para não ser vítima dos mais diversos tipos de golpes, é preciso desconfiar sempre.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Editorial
Sobre Editorial
A opinião do Tribuna do Oeste.
Marechal Cândido Rondon - PR
Atualizado às 20h30 - Fonte: Climatempo
26°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 31°

27° Sensação
7.3 km/h Vento
46.5% Umidade do ar
67% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (28/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Sexta (29/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias